Marca Acisap

ACISAP SE POSICIONA CONTRA A MEDIDA INTEMPESTIVA DO GOVERNADOR DO ESTADO

Entidade emitiu nota aos seus associados, imprensa local e também ao Governador Eduardo Leite e Presidente da Assembleia Legislativa do RS Ernani Polo

Somos contra as medidas emergenciais instituídas pelo Governador Eduardo Leite, afirma o presidente da ACISAP, Odaylson Eder. Chega a ser um contrassenso que tenhamos tamanha restrição considerando que durante as campanhas eleitorais, não houve nenhum tipo de posicionamento ou restrição.

É sabido que as pessoas estão cansadas, mas neste momento precisamos trabalhar a conscientização e não a imposição. Conhecemos a doença, entendemos como ela é transmitida, temos tratamentos curativos, protocolos e mecanismos de prevenção para o não alastramento da doença, portanto, entendemos que podemos enfrenta-la, combatendo a cuidando das pessoas infectadas e com isto preservando a saúde mental e econômica tanto das pessoas como das nossas cidades. Questionamos medidas como a diminuição dos horários de funcionamento dos estabelecimentos. Nosso entendimento é de que os estabelecimentos devam permanecer mais tempo abertos, a fim de evitar a aglomeração. As casas de eventos e festas, um dos setores mais prejudicados com a pandemia, trabalharam incansavelmente na definição e aprovação de protocolos, agora estão fechados novamente. Não se deve punir aqueles que estão exercendo as suas atividades dentro dos protocolos estabelecidos. Os que merecem punição são aqueles inconsequentes que estão fazendo festas clandestinas, aglomerações em locais públicos sem a mínima preocupação com as medidas de segurança.

É uma lástima a posição do governo do estado, considerando todos os esforços das entidades municipais FUMSSAR, Vigilância Sanitária, Hospital Vida e Saúde, em especial ao poder público municipal. Desde o início da pandemia com a formação do Comitê de Crise Covid-19, a ACISAP juntamente com os órgãos de saúde, autoridades competentes no assunto, Brigada Militar, 19°RC MEC, Sindilojas e demais entidades participantes, definiu a flexibilização das atividades em nosso município a partir da adoção de protocolos fiscalizados e cumpridos pelos envolvidos. O aumento de casos se deu pelo descontrole no período eleitoral, momento em que o governo do estado se absteve de qualquer medida.

Fomos contra a redução para 75% do teto de ocupação para as indústrias da região, conforme proposta pelo governador. O decreto municipal publicado em 02/12/2020 prevê o funcionamento de 100% das indústrias do nosso município, visto que os números provam que o contágio não ocorre nos ambientes de trabalho.
Não é justo, é intempestivo e temerário. Seguiremos lutando pela manutenção de TODOS os negócios.

Diversas articulações foram realizadas pelo Comitê de Crise para trazer um melhor cenário para atendimentos dos casos. Na semana que vem irá ao ar uma campanha de conscientização criada pelo Comitê de Crise da Covid-19 com depoimentos de líderes de nossa comunidade com o seguinte slogan: Eu te protejo, você me protege. Nada pode nos parar.

Além disto, a liberação de mais 5 leitos de UTI e a restrição do uso destes para a região de Santa Rosa é um alento para a população.
Seguiremos vigilantes e seguros daquilo que conhecemos e acreditamos. Trabalhamos com números e fatos. Isso nos dá segurança na tomada de decisão e posicionamento.


OUTRAS NOTÍCIAS

QUER FICAR INFORMADO?

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

REGISTRAR

Simples. Seguro e LIVRE DE SPAM.